Editorial Toaruverso

Toaruverso: GREMLIN e seus objetivos

©Dengeki Bunko/Haimura Kiyotaka/Kazuma Kamachi

Ah! O GREMLIN. Uma organização que deu o que falar quando começou a mostrar a sua força logo no início do Novo Testamento de Index.

Várias coisas chamam à atenção quando olhamos para essa instituição, como seus membros extremamente poderosos/talentosos e seus objetivos que estão no meio do que a ciência e a magia proporcionaram para o mundo de Index até então.

Esse texto tem como missão simplificar e listar o que essa poderosa organização tinha em mente. Para você que acompanha apenas o anime, fique ligado, pois contém spoilers.

1. Desejos egoístas de Othinus (distorcer o mundo com o Gungnir)
©Dengeki Bunko/Haimura Kiyotaka/Kazuma Kamachi | “Othinus caolha, a líder da organização”

No volume 5 do NT, Ollerus tem uma longa conversa com Touma e é justamente nesse papo que descobrimos as reais intenções da organização. Tudo que foi feito (e estava sendo executado até então) objetivava a quebra das limitações de Othinus.

Como um Deus Mágico, Othinus dispõe de possibilidade infinitas, entretanto, ao passo que isso parece ser bom, é extremamente péssimo também. Enquanto ela tivesse possibilidades infinitas, teria 50% de chance de fracassar em seu plano e 50% de concluí-lo com sucesso. A arma — Gungnir —, nas mãos de Othinus, possibilitaria essa deidade de ter 100% de chances em seu plano.

2. Touma não é necessário 

No OT, vimos o grande embate — a Terceira Guerra Mundial — ter como objetivo principal Kamijou Touma e seu braço direito. Em outras palavras, a morte de Touma seria um atraso para Fiamma, já que o líder do Assento à Direita de Deus tinha como objetivo obter aquele poder.

Contudo, Touma não era necessário para os planos de Othinus. Pelo contrário, ele se tornou um total inimigo, pois o Imagine Breaker poderia reverter tudo que Othinus fizesse.

Kamijou, por sinal, é alertado por Ollerus exatamente nesse ponto. O mago diz a Touma para ele tomar cuidado, pois o GREMLIN não hesitaria em matá-lo,.

3. O caos causado pelo GREMLIN
©Dengeki Bunko/Haimura Kiyotaka/Kazuma Kamachi | “Marian Slingeneyer, uma das minhas favoritas dentro da organização”

Durante os volumes, há vários distúrbios causados pela trupe de Othinus no mundo todo. Farei um exercício de memória para tentar relatá-los, de forma simplificada, para vocês.

  • No volume 2, uma fortaleza gigante, que ficou conhecida como Castelo Radiossonda, é mandada para à Cidade Acadêmica com um único objetivo: chamar à atenção de Touma, além de mandar um recado para ele;
  • No volume 3, o GREMLIN ajudou em uma confusão causada no Havaí. A ilha foi invadida por soldados mercenários, o presidente dos Estados Unidos teve sua integridade ameaçada e toda a população da ilha também, pois o objetivo da organização era a erupção de um vulcão nas ilhas havaianas para, através da energia de suas cinzas, ter um dos elementos de forja do Gungnir;
  • Durante o volume 4, um problema é causado na Cidade das Bagagens, na Europa, quando uma distorção completa é imposta sobre a cidade. Othinus usou a Cidade das Bagagens como um experimento para ver o que seria possível dentro de um mundo distorcido — seu objetivo final;
  • Além disso, no final do volume 4, a organização emboscou Brunhild Eiktobel, uma valquíria que tinha uma planta inacabada de forja do Gungnir, para roubá-la;
  • Nos volumes 5 e 6, parte da organização invade a Cidade Acadêmica para tentar capturar Fräulein Kreutune;
  • Entre as edições 8-10, Othinus finalmente alcança o seu objetivo.
Em linhas gerais

De todas as organizações que apareceram até agora, o GREMLIN, de longe, é a minha favorita. Aliás, em breve, deve sair algo mais detalhado sobre os membros da organização e, quem sabe, até um podcast. E vocês, o que acham deles?

Posts relacionados

Dr. Stone: 4 momentos inesquecíveis da 1ª temporada

Wilson

Demon Slayer: um pouco sobre os Hashira

Matheus Boruto

Solo Leveling: Conheça mais sobre Sung Jin Woo

Ingrid Raisa
error: O conteúdo está protegido !!