Editorial Recomendações

Viagens no tempo: conheça 5 animes que exploram a temática

©White Fox/Hiroshi Hamasaki/Takuya Sato/Jukki Hanada

O conceito de viagens no tempo é com certeza um dos mais populares e recorrentes no gênero de ficção científica.

São inúmeras as possibilidades de histórias que podem ser criadas abordando as viagens no tempo e sua complexidade. A indústria dos animes não fugiu desse tão famoso tema, já tendo explorado em suas narrativas, a viagem no tempo nas mais variadas formas.

Hoje iremos te recomendar 5 animes que abordaram viagens no tempo. Vamos lá!

Steins;Gate
©White Fox/Hiroshi Hamasaki/Takuya Sato/Jukki Hanada

Steins;Gate é um aclamado anime de 2011 que adapta uma visual novel de mesmo nome.

Na história, Rintaro Okabe, autoproclamado “cientista maluco”, dirige um laboratório de ciências com seus amigos. Um dia, eles descobrem que o forno de micro-ondas operado por telefone celular que inventaram pode enviar e-mails para o passado.

As coisas só complicam a partir daí, já que esses e-mails (que eles chamam de “D-mails”) alteram o caminho da história e colocam os cientistas em conflito com uma organização chamada SERN, que deseja se apoderar dessa tecnologia.

Erased
©A-1 Pictures/Kei Sanbe

Baseado no mangá de Kei Sanbe, Erased acompanha a história de Satoru Fujinuma, um jovem que possui uma habilidade chamada “Revivescência”, que permite que ele volte no tempo alguns minutos antes de um incidente. Apesar de não saber controlar esse poder, Satoru consegue usá-lo para prevenir os incidentes.

É então que sua mãe é assassinada e ele acaba por ser acusado de matá-la. Por conta disso, sua “Revivescência” o envia para 18 anos no passado. Com a mente de adulto no corpo de uma criança, Satoru precisa descobrir quem foi o serial killer que matou três crianças em sua cidade naquela época, já que ele provavelmente também é o assassino de sua mãe.

The Tatami Galaxy
©Madhouse/Masaki Yuasa/Makoto Ueda

Com um apelo visual fantástico, The Tatami Galaxy acompanha Watashi, um homem que revive o seu primeiro dia de aula na universidade repetidamente. Toda vez que revive aquele primeiro dia, escolhe ser membro de um clube diferente, a fim de conquistar a experiência universitária perfeita.

A cada novo clube, o narrador fica mais desiludido, já que cada um o deixa mais e mais decepcionado, até chegar ao ponto em que ele decide se isolar em sua minúscula sala de tatame.

O anime explora, a partir da experiência do protagonista, a importância de viver o momento, sem se prender às hipóteses do que te trará a vivência perfeita.

A Garota que Conquistou o Tempo
©Madhouse/Mamoru Hosoda

O filme de Mamoru Hosoda foi lançado em 2006 e já tem status de clássico. Nele, a colegial Makoto Konno ganha o poder de literalmente “saltar” pelo tempo. Ela começa a usar essa habilidade em pequenas ações para tornar a sua vida um pouco mais fácil, como por exemplo, evitar chegar tarde na escola ou conseguir notas melhores.

Logo ela percebe que possui um número tatuado em seu braço que representa a quantidade de saltos no tempo que ainda lhe resta. Makoto então começa a usar seus saltos no tempo para coisas cada vez mais elaboradas e não demora muito para que isso comece a gerar problemas para ela e para as pessoas em sua volta.

Dragon Ball Z
©Toei/Akira Toriyama

Dragon Ball Z não tem o tema viagens no tempo como foco, mas a Saga Cell possui dois dos viajantes do tempo mais famosos dos animes: Trunks do Futuro e o próprio vilão, Cell. Trunks viaja para o passado a fim de alertar os Guerreiros Z sobre a existência dos androides criados por Dr. Gero, que conseguem matar todos os gurreiros e instaurar o caos na Terra.

As viagens no tempo de Dragon Ball possuem uma lógica similar à do filme Vingadores: Ultimato: quando alguém volta no tempo, o passado se torna o futuro dessa pessoa, dividindo assim a linha do tempo e separando a realidade que foi alterada daquela de onde o viajante se originou. Ou seja, o que quer que seja modificado no passado não irá alterar o futuro desse viajante.

Por isso, após ajudar os heróis a derrotarem Cell, Trunks volta para o futuro e mata os androides n°17 e n°18 usando o conhecimento e treinamento que adquiriu no passado. Cell vem justamente de um futuro um pouco mais à frente, em que Trunks já destruiu os dois androides. Para atingir sua forma perfeita, Cell volta para o passado em que n°17 e n°18 ainda estão vivos a fim de absorvê-los. Confuso? É… um pouquinho.

Descubra mais recomendações de nossa equipe.
Visite os nossos parceiros! Nerd Sem ÓculosAnimeverso e Blog LD

Posts relacionados

Análise: Dr. Stone – Stone Wars

Matheus Boruto

Cowboy Bebop: o que esperar do live action

Wilson

Uma Musume Pretty Derby: um simulador de corridas bem divertido!

Marcelo Almeida
error: O conteúdo está protegido !!