Editorial Personagens

Moriarty the Patriot: conheça mais sobre o protagonista

Moriarty
©Production I.G/Ryōsuke Takeuchi

William James Moriarty é o protagonista de Moriarty the Patriot. Ele é um personagem deveras interessante, além de ter diversos mistérios em torno de si. Na minha opinião, é uma adaptação que completa a lacuna criada por Doyle quanto a esse personagem; além de dar a ele o cargo de protagonista. É muito interessante ver esse professor sendo o Senhor do Crime.

Sem mais delongas, vamos para o que interessa.

A história do pequeno Liam
©Production I.G/Ryōsuke Takeuchi

O garoto nasceu sem nome. Juntamente dele, temos Louis, seu irmão que sofre de uma doença cardíaca, o que faz com que sinta dores repentinas ao anoitecer ou durante certos momentos do dia.

O jovem, ainda muito novo, leu incontáveis livros, aprendeu a ler e a escrever sozinho também. Tudo isso em uma biblioteca que entrava escondido, juntamente de Louis. Lá, ele também ensinou seu irmão. O garoto tinha uma fascinante habilidade, um intelecto superior. Tinha uma facilidade fantástica para aprender qualquer coisa, tanto que aprendeu o latim nessa mesma época.

Um dia, os dois recebem a visita de Albert James Moriarty, um jovem nobre da casa Moriarty que gosta de ajudar aos menos favorecidos. Lá, ele deve escolher um órfão para levar para casa, afinal, seu pai disse que iria adotar um para agradar outra pessoa da nobreza. Albert, o garoto e Louis têm o mesmo objetivo, então percebem que devem se unir para cumpri-lo.

Na mansão Moriarty, os órfãos foram tratados de uma maneira horrível. A única coisa boa que ocorreu lá foi a cura da doença de Louis. Mas Albert lhes dá uma saída tentadora, a qual executam. Eles mataram o irmão de Albert, William, e queimaram a mansão. Ao saírem de lá, o garoto assume a identidade do falecido, assim, tornando-se William James Moriarty, futuramente conhecido como Senhor do Crime.

Sua lealdade
©Production I.G/Ryōsuke Takeuchi

Desde o dia em que a casa foi queimada, Will, Louis e Albert fundaram um círculo familiar inquebrável. Os três se uniram como cúmplices uns dos outros pelos crimes cometidos. Ainda assim, o jovem gênio tem muitos aliados — Moran e Bond são um bom exemplo disso. No início, ele os via como peças em um tabuleiro, porém, depois adquire uma amizade e intimidade com os dois. Claro, além de Fred Pollock.

Entretanto, durante seus planos, ele não revela para ninguém suas intenções nem mesmo para os que se mantém próximos. Mas, no momento certo, diz o que deve ser feito.

Sua causa, tristeza e sombra
©Production I.G/Ryōsuke Takeuchi

Mesmo tendo uma quantidade razoável de amigos e parentes a sua volta, William se sente só, afinal, percebe que ninguém entenderia seus reais motivos. Ele acha que ninguém aceitaria o mundo que ele deseja tanto construir. No fim das contas, ele nada mais é do que uma pessoa triste, solitária e desesperada. Ele está cansado de viver e almeja a morte para libertar-se desta tortura. Ele é uma pessoa gentil, entretanto, seus atos feriram seu psicológico.

Isso tudo muda com um único encontro, o dia em que conheceu Sherlock Holmes. Ele viu que Sherlock era o único capaz de entendê-lo, mesmo tendo pontos de vista diferentes. William desejava um amigo que lhe entendesse, Sherlock era esse amigo. Ele tinha uma certa inveja das pessoas normais, afinal, eles não tinham ideais para os prender em um plano categórico.

No fim da obra, ele se sentia cansado de seus atos. Os assassinatos que cometeu com as próprias mãos lhe incomodavam. William estava mentalmente instável, muito mais que o normal; além de ter muito estresse acumulado.

Apesar de tudo isso, como já mencionei, ele é gentil. Muitas vezes é infantil, alegre e tem a tendência de ser desajeitado.

Curiosidades
©Production I.G/Ryōsuke Takeuchi
  • Por algum motivo desconhecido, William gosta muito de peixe. Ele gosta ao ponto de querer isso até em pratos nos quais não faria o menor sentido. Isso é mostrado em uma parte do mangá na qual, em seu bolo de aniversário, podemos ver cabeças de peixe;
  • Seu aniversário real não é no dia primeiro de abril. Ele assumiu isso do irmão original de Albert, afinal, após tomar a identidade de Albert, teve que se tornar ele. Resumidamente, foi para a escola que ele deveria ter ido, pegou sua data de aniversário, etc. Com isso, nunca foi revelado que o verdadeiro William foi carbonizado;
  • Aqui vai algo meio aleatório, mas interessante. Sherlock Holmes e William J. Moriarty têm a mesma altura, porém, não apenas isso, pois também têm a mesma idade.

Moriarty the Patriot está disponível no catálogo do serviço de streaming Funimation.
Veja mais informações sobre outros personagens.
Visite os nossos parceiros! Nerd Sem ÓculosAnimeversoBlog LD


Quantos episódios tem Moriarty the Patriot?

A série conta com um total de 24 episódios.

Quem é o protagonista de Yuukoku no Moriarty?

Justamente o assunto principal deste artigo: William James Moriarty.

Quantos volumes tem Yuukoku no Moriarty?

A série segue em publicação e, até a data do lançamento desse artigo, contém um total de 13 volumes.

Quando sai a segunda temporada de Yuukoku no Moriarty?

Não teremos mais temporadas, uma vez que o anime deu um final original para obra.

Posts relacionados

Paradise Kiss: uma história de amor e amadurecimento

Wilson

Chainsaw Man: conheça um pouco sobre Denji

Matheus Boruto

Cowboy Bebop: o que esperar do live action

Wilson
error: O conteúdo está protegido !!